ARTIGOS PUBLICADOS

 

SINFA: Juntos somos fortes.

Saraiva Junior
     

Esta semana faz um ano que o SINFA liderou movimento de paralisação dos fiscais estaduais agropecuários. Durante um mês, mais uma vez, alertamos as autoridades a que os servidores estão administrativamente vinculados para a situação da Agência Estadual de Defesa Agropecuária, sucateada, com recursos humanos minguados e necessitada de um concurso público que restabeleça seu quadro de agentes estratégicos.

Reivindicação que obrigará a uma paralisação anterior, em 2014, aliada a outras de prementes necessidades para manter a Agência e seus servidores ativos e produtivos. Mas não foi ainda desta vez que nosso grito de alerta foi ouvido! Ainda não conseguimos sensibilizar as autoridades para a tomada de posição exigida para recolocar a autarquia na posição de destaque que teve em outros tempos.

A AGED comemorou 15 anos de existência este ano. Coleciona feitos que orgulharia qualquer estrutura governamental. Arrola conquistas que dão ao Estado motivo de celebração. Mas, inexplicavelmente, a estatal foi colocado no limbo das unidades que têm sua existência ameaçada. Os pleitos dos servidores são ignorados (quando alcançados, já estão defasados), a estrutura física deteriora-se “graças” ao não atendimento das necessidades básicas, os equipamentos eletrônicos e a frota carecem de manutenção.

Vale ressaltar que tudo o que é solicitado não tem caráter privilegiado. Os que apelam têm em mente  o fortalecimento da empresa, a valorização dos recursos humanos, a modernização da estrutura. Tudo em função da manutenção da estrutura de serviços que criação da agência pretendeu dar ao seu público-alvo: o segmento que atua no setor primário para fortalecer a economia estadual e nacional.

Para não falar da defasagem salarial que atinge a categoria. Por estes dias saiu o Relatório de Gestão Fiscal do 2° Quadrimestre do ano. A despesa com pessoal tem a confortável posição de 39,49% de custo, bem longe dos limites prudencial e máximo fixados pela Lei de Responsabilidade Fiscal e pelos estudiosos da matéria.

Assim, que cada servidor se conscientize da necessidade de que é preciso mostrar a realidade indigente a que nos submete o governo que deveria nos servir de suporte. A luta é pela valorização do servidor e reestruturação do órgão onde prestam seus serviços. É pela consolidação do processo de desenvolvimento do Estado, para dar sentido ao “Maranhão de todos nós”. Sem o que o lema fica sem sentido. Vira retórica vazia.

Por uma AGED forte!

Por fiscais estaduais agropecuários respeitados!

Por um Maranhão Rural valorizado!

Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles!

Juntos somos fortes!

Saraiva Junior _ Presidente do Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária do Maranhão e da União Nacional dos Fiscais Agropecuários.

     
 
 
 
 

 


 
SOBRE O SINFA DIRETORIA NOTICIAS AREA DO FILIADO
ESTATUTO LEGISLAÇÃO ARTIGOS FALE CONOSCO
FILIAÇÃO CONVÊNIOS    

©2016 | SINFA - SINDICATO DOS SERVIDORES DA FISCALIZAÇÃO AGROPECUARIA DO ESTADO DO MARANHÃO
DESENVOLVIDO POR: WEBAG - AGÊNCIA DE WEBDESIGN