ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 


SINFA-MA debate intensa pauta em reunião virtual./v02/detalhe_no


A indignação é o sentimento mais cultivado pelos servidores técnicos da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (AGED) em relação ao Governo do Estado. E ela voltará a ser manifestada na live que a liderança do Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária (SINFA-MA) promoverá nesta quinta-feira (01/10/20), a partir das 19h.
Ao anunciar a reunião virtual, as lideranças sindicais disseram esperar que o governo se mostre sensível aos pleitos e deixe de alegar falta de dinheiro para atendê-los, argumento infundadamente utilizado desde o início do atual mandato. “Estamos cansados de sermos ignorados e vermos outras categorias serem contempladas, até com custo mais alto aos que nos dizem respeito”.
Cobrança – Ao se pronunciar pela categoria, o presidente Diego Sampaio reafirmou que “enquanto os servidores agropecuários, trabalhadores essenciais e estratégicos, sofrem descaso, funcionários de outros órgãos recebem progressões, qualificações e horas-extras, as mesmas devidas aos agedianos, em valores até superiores”. Ele estranha a discriminação que a autarquia sofre.
O presidente reclama da falta de pagamento das horas-extras devidas aos servidores que atuam nos frigoríficos, de pagamento suspenso há oito meses, outra cobrança totalmente ignorada pelas autoridades do sistema de agricultura. Ele estranha o descumprimento de leis historicamente implantadas, exatamente por um governo liderado por um jurista.
Caos – Em relação às horas-extras, Sampaio lamenta a existência do emaranhado de leis e critérios adotados, sem o devido atendimento do procedimento. Ele rebate o argumento do governo de que o limite prudencial poderá ficar ameaçado se os pleitos foram atendidos. “Falta de dinheiro não é o problema”, reafirma o presidente.
Para reforçar seu argumento, o líder sindical diz que faz uso das informações econômico-financeiras constantes do relatório de gestão fiscal do governo estadual encaminhadas ao DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). “Fui a várias reuniões de posse desses dados e nunca os ouvi sendo contestados pelo governo; então a alegação não procede”.
FUNBEN – Outra questão a ser abordada é a devolução de valores do FUNBEN recolhidos a mais dos servidores pelo Fundo de Benefícios dos Servidores do Estado do Maranhão. O excedente foi reclamado judicialmente, a ação foi favorável aos servidores, já está na fase de execução e nenhuma providência em relação ao reembolso foi adotada.
A plataforma e o link pelos quais será transmitida a teleconferência serão confirmados nesta quarta-feira. Diretores do SINFA-MA estará acompanhada pelo assessor jurídico da entidade, advogado Wagner de Araújo. Ele discorrerá demoradamente sobre todos os temas de caráter judicial e esclarecerá procedimentos administrativos equivocadamente aplicados.

     
 

 
 
 

 

 
 
FACEBOOK



     
 
ARTIGOS RECENTES

     
  As falacias da contrarreforma administrativa
Antonio Araujo Andrade Junior-diretor de pol?tica profissional do Anffa Sindical

No início de setembro o governo encaminhou ao Congresso uma proposta... Leia Mais

   
     
  O MEDICO-VETERINARIO TAMBEM CUIDA DE VOCE!
Med. Vet. Dra. Francisca Neide Costa Presidente do CRMV-MA Professora Pesquisadora da Universidade Estadual do Maranhao/UEMA

Talvez existam pessoas que ainda não saibam, mas o... Leia Mais

   
     
  Opiniao: A ?Geni do Estado? e a Reforma Administrativa
*F?bio Gondim ? Ex-Secret?rio de Planejamento, Fazenda, Administra??o, Previd?ncia, Casa Civil e Sa?de. Ex-Consultor-Geral de Planejamento, Or?amento, Fiscaliza??o e Controle do Senado Federal. Consultor Legislativo do Senado Federal.

“Um dos gargalos em qualquer gestão, pública ou privada,... Leia Mais

   
 

 
SOBRE O SINFA DIRETORIA NOTICIAS AREA DO FILIADO
ESTATUTO LEGISLAÇÃO ARTIGOS FALE CONOSCO
FILIAÇÃO CONVÊNIOS    

©2016 | SINFA - SINDICATO DOS SERVIDORES DA FISCALIZAÇÃO AGROPECUARIA DO ESTADO DO MARANHÃO
DESENVOLVIDO POR: WEBAG - AGENCIA DE WEB DESIGNER