ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 


Presidente Diego estreia no Tribuna Sindical/v02/detalhe_no


O presidente do Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária do Maranhão, Diego do Amaral Sampaio, estreou como entrevistado no Programa Tribuna Sindical, na Rádio Educadora. Na primeira conversa com o apresentador Kleber Gomes, após a posse, fez uma panorâmica das primeiras ações do seu mandato e manifestou disposição de implementar as lutas em andamento. E anunciou novas iniciativas.

Começou falando das primeiras assembleias realizadas a 18 de maio, quando expressivas pautas foram debatidas e aprovadas. Foram as primeiras plenárias resolutivas da nova administração, que serviram para reafirmar a defesa de importantes bandeiras de luta e a deflagração de novas, como a relativa a não assumir a direção de veículos oficiais da autarquia durante as atividades de campo. Ou só fazê-lo com garantias.

Definições – Na assembleia geral ordinária foi reconhecida, unanimemente, a prestação de contas do último período do mandato anterior, encerrado em 27 de fevereiro E foi acolhido, ad referendum (com aprovação posterior), o planejamento financeiro a ser executado entre 28 de fevereiro de 2019 e 27 de fevereiro de 2020. O financiamento de programas de mídia eletrônica teve a discussão adiada para mais tarde.

Na extraordinária, os associados discutiram e aprovaram a agenda submetida à sua apreciação:

1) adesão a greve nacional, caso seja aprovada mobilização neste sentido;

2) reativação plena das campanhas contra Assedio Moral na AGED-MA e SOS AGED;

3) mobilização pela redução da carga horária de 40 horas semanais para 30 horas semanais;

4) luta pela elevação do valor do auxílio alimentação;

5) luta pela suspensão da tarefa de dirigir os carros oficiais da Agência, quando em atividade de campo (competência de servidor concursado e nomeado para esse fim);

6) fixação de regras claras e compensação financeira (gratificação de direção), se interesse do governo, para assumir a condução dos veículos oficiais que servem às atividades do Grupo AFA (Atividade de Fiscalização Agropeuária) na AGED;

7) luta para implantação de gratificação de produtividade, que já beneficia outras categorias de grupos estratégicos de servidores, que trabalham menos tempo que os servidores agropecuários.

Exemplo – O presidente discorreu sobre os contatos recentemente feitos em Brasília, com reuniões no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Anffa Sindical e UNAFA Federação, organização nascida sob inspiração do sindicato maranhense. Neste aspecto, Diego Sampaio reportou-se ao prestígio que a representação estadual tem no cenário nacional. “Somos inspiração para a formação de vários sindicatos e da própria UNAFA Federação”.

Ele atribuiu essa visibilidade ao ex-presidente e atual tesoureiro Francisco Saraiva, presença constante em reuniões pelo país, com lideranças sindicais, autoridades do setor agropecuário e empreendedores rurais. “Essa vilegiatura, às vezes só, outras acompanhado de companheiros como nosso atual vice-presidente e ex-coordenador sindical Samuel Silva, rendeu frutos marcantes”, destacou Diego Sampaio.

Importância – Sobre a importância do SINFA como órgão intermediador, o presidente ressaltou, na entrevista, a recente delegação de poderes dada pelo titular da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA do MAPA), José Guilherme Leal, à delegação do sindicato maranhense que ele recebeu em audiência, para estreitar o relacionamento entre o ministério e organismos sindicais estaduais do setor agropecuário.

Ao ser informado da ida da comitiva ao Congresso Nacional, para encontro com parlamentares maranhenses e de outros Estados, Guilherme Leal pediu a atuação dos sindicalistas para encaminhar demandas do MAPA junto aos integrantes das bancadas. Diego diz que cumpriu a missão a contento e recebeu de deputados e senadores a promessa de evoluírem nas negociações.

Sobre o Tribuna Sindical, o presidente exaltou a importância do programa para a divulgação das ações do SINFA, a consolidação da imagem do sindicato na sociedade maranhense, nordestina e brasileira e, principalmente, a coesão dos associados para que se sintam mais fortes na defesa dos seus interesses e nos das comunidades a que servem: os produtores e consumidores da produção animal e vegetal gerada no Maranhão.

     

 
 
 
 

 

 
 
FACEBOOK



     
 
ARTIGOS RECENTES

     
  A l?gica da Reforma Administrativa do governo Bolsonaro
Por Ant?nio Augusto de Queiroz (*)

Tendo como pano de fundo a crise econômica e financeira do Estado brasileiro e... Leia Mais

   
     
  Nova pol?tica ou novos pol?ticos?
Andr? Santos*

Em entrevista recente, a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) afirmou que não... Leia Mais

   
     
  Cabe?a de DIPOA, corpo de CPAA e bra?os de SISA
Ant?nio Andrade Ara?jo J?nior*

Desde os bancos universitários, aprendemos que a produção... Leia Mais

   
 

 
SOBRE O SINFA DIRETORIA NOTICIAS AREA DO FILIADO
ESTATUTO LEGISLAÇÃO ARTIGOS FALE CONOSCO
FILIAÇÃO CONVÊNIOS    

©2016 | SINFA - SINDICATO DOS SERVIDORES DA FISCALIZAÇÃO AGROPECUARIA DO ESTADO DO MARANHÃO
DESENVOLVIDO POR: WEBAG - AGENCIA DE WEB DESIGNER